Mudar o subconsciente para evitar a auto-sabotagem

Olá pessoal! Tudo bem? Li recentemente o texto Out-Smart Self-Sabotage: 5 Steps To Change Subconscious Beliefs e lembrei de vocês! :)

Eles falam sobre como é complexo alcançar nossas metas em áreas onde temos a tendência de auto-sabotagem e explicam por que fazemos isso.

Todos nós temos sonhos e sabemos que precisamos de objetivos e metas para transformá-los em realidade. Porém, pode ser que você tenha uma crença central no seu cérebro que contradiz as suas próprias metas! E esse é o problema, pois nossas crenças centrais são mantidas no subconsciente, do lado de fora da consciência, e agem determinando nossas escolhas.

Um exemplo que eles dão e que acontece com todos nós diariamente: vamos dizer que você tem uma meta para melhorar a sua carreira. No entanto, atormentado por problemas de aprendizagem, você acredita que não é inteligente o suficiente para realizar o que deseja. Inconscientemente, mesmo que tente fazer algo para mudar, já decidiu que vai falhar e, conscientemente, opta por não seguir adiante.

Consequentemente, cada vez que você, sem saber, repete isso, a crença se fortalece. É assim que os hábitos se solidificam!

Para mudar estes padrões do subconsciente, é importante compreender 2 regras básicas do comportamento humano:

  • Deve haver uma intenção positiva motivando todos os comportamentos;
  • O subconsciente vai fazer o possível para proteger você e o que você acredita (ele age como uma mãe preocupada!).

5 passos para mudar suas crenças subconscientes

O Mind, Body & Green sugere os 5 passos abaixo para mudar essas crenças que temos no subconsciente e, assim, mudar nossas vidas! Veja quais são:

  1. Identificar suas crenças subconscientes centrais, tendo um olhar honesto sobre seus padrões predominantes: Ao identificar seus padrões, você traz essas crenças subconscientes para a superfície para que eles possam ser conscientemente observadas e alteradas. Pergunte-se: O que você acredita ser verdade sobre si mesmo ou a sua vida que faz com que este padrão exista?
  2. Identificar o propósito percebido ou intenção positiva da crença: Qual o propósito ou intenção positiva que esta crença trata de servir? Um exemplo: A intenção positiva por trás de comer demais pode ser a experiência de conforto, controle, prazer, alívio do estresse ou companheirismo.
  3. Sentir e liberar qualquer emoção que tenha se tornado consciente para você e esteja relacionada a essas crenças: As emoções são o principal idioma do seu subconsciente. Ao tornar seus padrões conscientes, você tem a oportunidade de expressar a energia da emoção armazenada lá! As emoções são a cola que mantém você conectado com as suas experiências e padrões do passado.
  4. Identificar formas alternativas para atender essa intenção positiva, dada a sua vida e os recursos que você tem hoje: Seu cérebro voltará à velha forma de agir se você não tiver algo que satisfaça essa intenção percebida. Aprenda a meditar, passar mais tempo com os amigos, obter algum aconselhamento ou identificar outras fontes de prazer e recompensa.
  5. Identificar as crenças mais saudáveis em relação a esta área de sua vida e praticá-las: Por exemplo, se você tem uma tendência a comer demais, você poderia dizer a si mesmo:
  • Como a quantidade ideal de comida para o meu corpo;
  • Escolho alimentos integrais orgânicos que alimentam minha mente, corpo e espírito;
  • Tenho uma relação saudável com a comida.

Espero ter ajudado você a entender melhor o seu subconsciente e evitar cada vez mais a auto-sabotagem! E se precisar de ajuda nesse processo, criamos com muito carinho um workshop que te ajudará a identificar essas trampas do seu próprio subconsciente! Neste workshop você vai refletir e ter experiências que te ajudarão a ter a coragem de empreender a sua vida, ou seja, sentir-se bem consigo mesmo a maior parte do tempo e viver com prazer e intensidade cada momento dela!

Quer participar? Eba! Clique aqui para fazer a sua inscrição. Se você quer muito fazer o workshop, mas não sabe se poderá por várias razões (financeiras, compromissos, etc.), não se preocupe! Pensamos em você e oferecemos uma opção bem interessante para que você possa efetivamente participar (e pagar!), entra no link e veja como ;)

Um abraço e excelente início de semana!

Marina.

Marina Trindade